Destaques do Surf fecham parceria com marca de lutas e exaltam união

O CEO Eduardo Grimaldi e os surfistas Carlos Burle e Lucas Chumbo sacramentaram a parrceria (Foto: Divulgação)
O CEO Eduardo Grimaldi e os surfistas Carlos Burle e Lucas Chumbo sacramentaram a parrceria (Foto: Divulgação)

Por Mateus Machado

Considerada uma das principais marcas de luta, a Naja Extreme ampliou seus horizontes e, observando a grande relação das artes marciais com o Surf, fechou importantes parcerias com o lendário surfista brasileiro, Carlos Burle, e também com o jovem carioca Lucas Chumbo, de apenas 22 anos, que atualmente é destaque na categoria do Surf de Ondas Gigantes e é treinado por Carlos.

CEO da Naja Extreme, Eduardo Grimaldi mostrou-se empolgado com a parceria realizada e falou um pouco mais sobre a relação das artes marciais, principalmente o Jiu-Jitsu e Muay Thai, com o mundo do Surf.

– A Naja partiu agora para o mundo do Surf porque existe uma correlação entre os dois mercados. A luta e o Surf estão muito ligados, pois muitos surfistas são praticantes também de Jiu-Jitsu e Muay Thai, e o Jiu-Jitsu ajuda demais na performance do Surf, porque ele traz muito eixo para o atleta. Como é um esporte de contato, nós resolvemos partir com uma área do Surf que tem também um nível de adrenalina e de risco maior também, que são os de ondas grandes. Então, esse foi um dos motivos de buscarmos pelo (Lucas) Chumbo e pelo (Carlos) Burle, e não pelo Surf convencional. Mas, sem dúvida, o próximo passo também é avançar para o Surf convencional, porque a água é um ambiente como o da luta, que é muito democrático – disse Eduardo.

Campeão Mundial das Ondas Gigantes, Carlos também externou sua animação com a recente parceria com a Naja Extreme, explicando a importância do Jiu-Jitsu também para a prática do Surf, deixando claro os benefícios da prática da arte suave como complemento de um bom rendimento nas águas.

– A gente está vendo essa parceria com bons olhos, porque a gente entende que é um momento em que a luta, principalmente o Jiu-Jitsu, que eu e o Lucas temos praticado, está muito mais voltada para o aprendizado, a educação, relação com o mestre, respeito, humildade, preparação física, mental… E tudo isso a gente usa também no Surf, que é uma qualidade de vida. A luta está entrando na nossa vida e a Naja está reconhecendo isso como uma ferramenta a mais para que a gente exercite a nossa disciplina e outras diversas coisas. Essas relações (Jiu-Jitsu e Surf) são muito importantes para que o atleta esteja sempre equilibrado. Ver uma marca como a Naja, que dá valor a essas coisas, a essa filosofia de vida, e entender que no Lucas e no Carlos Burle, ela encontra parceiros que compartilha com ela esses valores, está afim de apoiar nossos sonhos, quer seguir lado a lado com a gente, para a gente está sendo algo de gratidão enorme. É uma marca muito respeitada no mercado e eles estão acreditando em nosso trabalho. Está sendo muito legal e gratificante – concluiu

Quer ficar por dentro do mundo da luta? Clique e acesse o site da TATAME!

Mais conteúdo sobre

Esporte