Clubes se solidarizam com Flamengo após incêndio que deixou dez mortos

Depois do incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo que deixou dez mortos no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (8), clubes adversários e profissionais da área esportiva têm demonstrado apoio ao Rubro-Negro por meio de mensagens.

Os times da capital catarinense também se solidarizaram com o clube carioca. “Neste momento de dor, externamos nossa solidariedade aos familiares e amigos”, disse, em nota, o Avaí Futebol Clube. “Com o apoio da sua torcida e de todos que fazem parte do futebol, o rubro-negro superará esse momento de dor e luto”, escreveu, em nota, a direção do Figueirense Futebol Clube.

Times como Santos, Corinthians, São Paulo, Botafogo, Vasco, Internacional, Grêmio, Atlético Paranense, Chapecoense, Goiás, Palmeiras e Joinville, além da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), também externaram suas condolências.

Clubes como a Chapecoense demonstraram solidariedade ao Flamengo - Reprodução Twitter/ND
Clubes como a Chapecoense demonstraram solidariedade ao Flamengo – Reprodução Twitter/ND

 “O Fluminense Football Club lamenta profundamente o incêndio ocorrido no Ninho do Urubu e se solidariza com a dor do Clube de Regatas do Flamengo. Nossos pensamentos estão com as vítimas e seus familiares”, disse a direção do Fluminense, maior rival nos gramados do Flamengo.

O Fluminense também informou que não há clima para treino de suas equipes nesta sexta-feira. “As atividades do dia foram canceladas. Jogadores e membros da comissão técnica se solidarizam com as vitimas e familiares da tragédia que aconteceu no Ninho do Urubu“, disse o clube, que decretou luto oficial de três dias.

Após a tragédia, a Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) também decidiu cancelar  o clássico entre o time rubro-negro e o Fluminense, pela semifinal da Taça Guanabara – o primeiro turno do Campeonato Carioca -, marcado para este sábado, às 19 horas, no estádio do Maracanã.

O incêndio deixou dez mortos, sendo seis atletas e quatro funcionários. As chamas atingiram principalmente os alojamentos onde dormiam os jogadores de base do time. As vítimas teriam idades entre 14 e 17 anos.  O alojamento onde a equipe estava seria provisório. Todos seriam transferidos na próxima semana para um local definitivo.

Os nomes dos mortos ainda não foram divulgados para preservação das famílias. Três feridos foram socorridos. Um deles é Cauã Emanuel Gomes Nunes. Ele tem 14 anos, é de Fortaleza e mora no Rio de Janeiro há três anos. Os outros dois garotos que estão internados são Francisco Diogo Bento Alves e Jonathan Cruz Ventura. Este último teria tido 40% do corpo queimado e está em estado gravíssimo.

Segundo informações da Record TV, há a suspeita de que o incêndio teria começado após a explosão em um ar condicionado, mas somente uma perícia poderá confirmar a hipótese. Isso porque a região teria ficado sem energia em decorrência dos temporais que atingiram a cidade do Rio de Janeiro nesta quinta-feira.

Geral