Catarinense é vice-campeão do O´Neill Coldwater Classic, na Nova Zelândia

Daniel Smorigo/ASP/ND

Willian Cardoso conseguiu a maior nota na última bateria, mas perdeu no placar final

O australiano Adam Melling tirou ontem o título do O´Neill Coldwater Classic das mãos do catarinense Willian Cardoso nos últimos segundos da decisão na Nova Zelândia. Cardoso liderou desde o início e tinha a maior nota da bateria, mas a vitória escapou com a reação fulminante do australiano nos minutos finais.

Melling comemorava 26 anos ontem e o prêmio de US$ 20 mil foi como um belo presente de aniversário. Com os 3.500 pontos da vitória, ele trocou o 24º lugar no ASP World Ranking pelo 23º do brasileiro Heitor Alves. O vice-campeonato ainda rendeu dez posições para Cardoso, que subiu para 43º no ranking.

Cardoso começou o dia superando Thiago Camarão, que vinha sendo o melhor brasileiro nas ondas de Gisborne. Na disputa seguinte, Miguel Pupo perdeu por 1 ponto para o defensor do título do O´Neill Coldwater Classic na Oceania. Mas, na semifinal Cardoso acabou com a chance do bi para o campeão na Tasmânia, o australiano Stu Kennedy.

Na final, o catarinense ficou com a maior nota, 8,5, mas o australiano venceu com placar maior, 15,20 pontos contra 13,67 de Cardoso.

Surfe