Após derrota em Chapecó, Avaí terá dois jogos em casa para se recuperar

Rodrigo Goulart/Diário do Iguaçu/ND

Avaí perdeu para a Chapecoense por 2 a 0

Depois de perder na estreia do returno para a Chapecoense por 2 a 0, o Avaí vai ter pela frente duas partidas em casa para tentar reverter o mau recomeço. Na próxima quarta-feira, às 19h30, o Leão enfrenta o Brusque na Ressacada e no domingo que vem recebe o campeão do primeiro turno, o Criciúma. O time, que voltou ontem para Florianópolis, só se reapresenta hoje à tarde.

Para o próximo confronto, o técnico Silas Pereira não vai poder contar com dois volantes titulares. Fabiano tomou o terceiro amarelo e cumpre suspensão automática. Bruno, que reclamou por ter recebido o amarelo, foi expulso e também está fora. Com isso, Marcinho Guerreiro deve ganhar uma oportunidade na equipe titular. “Num grupo tão grande e qualificado como esse, deu mole, deu bobeira. Vai entrar outro jogador no próximo jogo”, disse o técnico Silas sobre a expulsão de Bruno.

Por não a ser a primeira vez em que o jogador toma o vemelho e desfalca o time, o próprio gerente de futebol do Avaí, Mauro Galvão, admtiu estudar o caso. “Infelizmente é reincidente, achamos que tinha melhorado, passou um tempo bem, mas agora aconteceu novamente, isto é um problema interno que nós vamos conversar. O jogador tem que aprender que quando o árbitro apita ele não volta atrás ”, afirmou o dirigente.

Sobre a partida em Chapecó, o meia Marquinhos lamentou a derrota. “Esse resultado não estava nos nossos planos, apesar de ser natural perder para a Chapecoense aqui (na Arena Condá). Não jogamos nada e, na bola parada, eles foram felizes. Sabíamos que essa é uma característica forte deles e vamos corrigir nossos erros durante a semana,” declarou o jogador ao deixar o gramado.

Esporte