Cinema mudo ganha trilha sonora ao vivo no MIS/SC, de Florianópolis

Juntar filmes clássicos do cinema mudo e música é o objetivo do “Cinema ao Vivo”. O projeto desenvolvido pelo MIS/SC (Museu de Imagem do Som de Santa Catarina) promove a exibição de longas-metragens com a execução de sua trilha sonora feita ao vivo por bandas nacionais. Nesta edição especial o filme “Encouraçado Potemkin” será apresentado com parte musical feita pela banda ATR – Aeromoças e Tenistas Russas. O evento acontece na próxima quarta-feira (23) às 20h, com ingressos por R$ 20..

Cinema ao Vivo - Márcio H. Martins/FCC
Nas edições anteriores o “Cinema ao Vivo” reuniu cerca de 6.000 pessoas nas exibições – Márcio H. Martins/FCC

O projeto busca proporcionar ao público apresentações que remontam às primeiras exibições de cinema. “Antigamente os cinemas tinham suas próprias orquestras responsáveis pela musicalização os filmes. O que a gente fez não é algo novo, mas foi pensando para oferecer às bandas uma oportunidade de criar versões novas para trilhas de clássicos”, explica a administradora do museu Ana Ligia Becker.

Diferente das exibições habituais a edição especial conta uma banda de fora do Estado, os paulistas da ATR – Aeromoças e Tenistas Russas. Os artistas mesclam dançantes vertentes do rock e da música eletrônica, como house music e synthwave e têm mais de 400 shows pelo país. Formados em cinema e TV e com experiência em live cinema, eles já haviam feito a montagem da trilha sonora, com elementos de synthwave, do longa “Encouraçado Potemkin” , o filme russo que narra a revolta de marinheiros em um navio de guerra em 1905.

O filme se passa na Rússia Czarista e os tripulantes do navio do Czar são maltratados, obrigados a comer alimentos estragados por seus superiores, sendo o levante um presságio da Revolução de 1917. O filme foi eleito o melhor de todos os tempos pela Feira Mundial de Bruxelas, consagrando Serguei Ensenstein como diretor. Em 1932, lançou “Alexander Nevski”, encomendado pelo governo russo como propaganda, o filme superou as barreiras ideológicas figurando até hoje como um clássico.

A vontade de produzir novos projetos com música ao vivo motivou a banda ATR. “Primeiro nós três nos juntamos e assistimos algumas vezes, conversando e tocando por cima, para entender tanto a narrativa, quanto o que pedia de intenção cada cena. Isso nos fez ver o filme de outra maneira e conseguir decifrar ainda mais o que as imagens nos dizia, já que é um filme mudo”, conta o integrante da banda Eduardo Porto.

O “Cinema ao Vivo” teve início em 2015 com a exibição de quatro filmes e participação dos grupos catarinenses Skrotes, Banda da Lapa, Orquestra do Choro da Escola Livre de Música de Florianópolis e da Orquestra Manancial da Alvorada. O projeto levou cerca de 6.000 pessoas às 37 sessões que promoveu..Serviço

O quê: Cinema ao vivo  –  Exibição do filme “Encouraçado Potemkin”

Quando: 23/1, 20h

Onde: Centro Integrado de Cultura (CIC), Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica, FLN

Quanto: R$ 20

Cinema