Ator Morgan Freeman é acusado de assédio, diz rede CNN

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Uma assistente de produção acusou o ator americano Morgan Freeman de comportamento sexual abusivo durante gravações, em 2015, da comédia “Despedida em Grande Estilo” (2017).

O ator Morgan Freeman - Divulgação/ND
O ator Morgan Freeman, de 80 anos – Divulgação/ND

O depoimento foi dado à CNN e, nele, ela diz que o ator de 80 anos, que é um dos principais de Hollywood e vencedor de um Oscar a submeteu a toques indesejados e outras formas de assédio por vários meses.

A assistente acusa o ator de ter colocado as costas das mãos em sua perna e diz que ele também teria tentado levantar sua saia e, depois, perguntado se ela estava usando calcinha.

Em sua acusação, ela diz ainda que tentava se esquivar do assédio, mas que o ator era insistente.

Segundo a reportagem da CNN, outras acusações contra Freeman também foram reportadas – 16 pessoas foram ouvidas, oito das quais se disseram vítimas.

Entre os depoimentos, diz a publicação, está o de uma mulher que foi da equipe de produção do filme “Truque de Mestre”, em 2012. Ela disse que Freeman a assediava sexualmente e fazia o mesmo com uma assistente. Na ocasião, as mulheres da equipe teriam inclusive sido orientadas a não vestirem roupas curtas na presença do ator.

Cinema