Animação brasileira “O Menino e o Mundo” disputa o Oscar neste domingo

Divulgação/ND

A animação brasileira “O Menino e o Mundo” tem pouca chance, mas chegou à indicação

Na noite deste domingo, mais uma vez, o brasileiro vai torcer pelo país no Oscar. Novamente, sem poucas chances de comemorar no final. Mas há um fato histórico a celebrar, independente do resultado da maior premiação do cinema de Hollywood: esta é a primeira vez que um filme de animação brasileiro tem a chance de ganhar uma estatueta dourada. A noite do Oscar promete a consagração de alguns nomes e uma pulverização saudável de prêmios.

Neste ano a premiação da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood conseguiu um bom equilíbrio entre indicações de filmes que foram sucesso de bilheteria e de público e outros que são um verdadeiro garimpo. Não por acaso o Oscar é sempre um termômetro de bom cinema – e de escolhas da indústria que ajudam a entender as tendências do setor.

A produção brasileira em disputa na categoria Melhor Filme de Animação é O Menino e o Mundo, do diretor Alê Abreu. Essencialmente mudo – no filme é falado um “idioma” impossível de entender com frases em português ao contrário -, O Menino e o Mundo é um filme artístico e que defende uma ideia crítica clara ao consumismo e à deterioração do meio ambiente. Ele está para a arte na mesma medida em que Divertida Mente está para a inovação. O favoritíssimo, claro, é o filme de Hollywood que, francamente, é mais criativo, popular e, neste sentido, melhor que o concorrente brasileiro.

Divulgação/ND

“Spotlight: Segredos Revelados”, bem recebido drama ‘jornalístico’ sobre a pedofilia na igreja

 

Além do interesse particular do público brasileiro para ver se Alê Abreu será a zebra da noite, o Oscar deste ano promete algumas consagrações importantes e que, se concretizadas, vão dar o que falar nas redes sociais. Tudo indica que dois atores conhecidos de Hollywood devem sair, pela primeira vez, com uma estatueta da premiação: Leonardo DiCaprio e Sylvester Stallone. 

As maiores disputas da noite, sem dúvida, ficarão entre O Regresso e Spotlight: Segredos Revelados, francamente os filmes com maior chances na categoria principal; e entre Mad Max: Estrada da Fúria e Star Wars: O Despertar da Força, que vão fazer a queda de braço nas categorias técnicas. 

 

Divulgação/ND

“A Grande Aposta”, filme que tem boas chances de chegar lá

 

 

ATENÇÃO: O ND vai fazer, pelo segundo ano consecutivo, a cobertura da premiação do Oscar ao vivo. Acompanhe no site os comentários sobre a premiação e participe pelo Twitter com a hashtag #NDnoOscar

 

Divulgação/ND

Favorito Leonardo DiCaprio em “O Regresso”, que também aponta Alejandro González Iñarritu como Melhor Diretor

 

 

 

Divulgação/ND

O Quarto de Jack” pode levar na categoria Melhor Atriz, para Brie Larson

 

Um bom garimpo

Todos os anos o Oscar oferece uma boa seleção de produções do cinema de Hollywood – principalmente – e mundial que merecem a atenção dos amantes da sétima arte. Como acontece com o vinho, em alguns anos a safra é melhor e, em outros, nem tanto. O Oscar 2016 traz uma boa safra, variada e com produções importantes em categorias como Melhor Documentário e Melhor Filme em Língua Estrangeira. São filmes que merecem ser descobertos.

Entre as boas surpresas deste ano vale conferir O Quarto de Jack – que provavelmente vai emplacar apenas na categoria Melhor Atriz – em Perdido em Marte (que apesar de ter recebido sete indicações pode não levar nada) e no filme “A Grande Aposta”; na arte do brasileiro Alê Abreu com seu O Menino e o Mundo; em todos os cinco documentários finalistas e nos estrangeiros Mustang e Guerra.

Na TV fechada, a cerimônia do Oscar será transmitida pelo canal TNT a partir das 20h30. O GNT, a partir das 20h, acompanha o tapete vermelho, e E!, a partir das 15h30, faz entrevista com indicados e convidados e comenta os looks da noite.

 

Torcida em SC

O diretor Alê Abreu terá neste domingo uma torcida especial de Santa Catarina para o filme O Menino e o Mundo. O diretor artístico da Cia Turma do Papum e atualmente sócio-proprietário da escola Lápis Lab de Florianópolis, Sérgio Tastaldi, foi o primeiro professor de animação de Alê Abreu em 1984, quando o diretor do longa nacional tinha 12 anos de idade.

A relação entre Sérgio Tastaldi e Alê Abreu ocorreu na oficina do MIS (Museu da Imagem e do Som) em São Paulo. Em uma entrevista para o site Tela Brasil, Abreu comentou sobre a experiência com Tastaldi: “Passei um bom tempo vivenciando o MIS. O curso tinha duração de seis meses, mas eu fui ficando no estúdio dele. Eu gostava de viver aquele espaço, sempre tinha exposição, lançamentos de livros e revistas”. 

Radicado em Florianópolis, Tastaldi abriu no ano passado a primeira escola de desenho animado para crianças de Santa Catarina na Capital catarinense. A Lápis Lab trabalha com crianças a partir de 10 anos de idade. Além de torcer para o ex-pupilo, Tastaldi está negociando com Alê Abreu fazer uma grande exposição sobre O Menino e o Mundo em 2016. 

 

 

Indicados e apostas

Confira a lista de todos os indicados ao Oscar 2016 e as apostas nas diferentes categorias:

LEGENDAS:

F – Favorito segundo as bolsas de apostas 

ND – Quem realmente merecia levar o prêmio 

 

Melhor Filme

– O Regresso (F) 

– Spotlight: Segredos Revelados (ND)

– Mad Max: Estrada da Fúria

– Perdido em Marte

– O Quarto de Jack

– A Grande Aposta

– Ponte dos Espiões

– Brooklyn

 

Melhor Diretor:

– George Miller, por Mad Max: Estrada da Fúria

– Lenny Abrahamson, por O Quarto de Jack (ND)

– Tom McCarthy, por Spotlight: Segredos Revelados

– Adam McKay, por A Grande Aposta

– Alejandro González Iñarritu, de O Regresso (F) 

 

Melhor Ator

– Bryan Cranston, por Trumbo – Lista Negra

– Matt Damon, por Perdido em Marte

– Leonardo DiCaprio, por O Regresso (F) (ND)

– Michael Fassbender, por Steve Jobs

– Eddie Redmayne, por A Garota Dinamarquesa 

 

Melhor Atriz

– Cate Blanchett, por Carol

– Brie Larson, por O Quarto de Jack (F) (ND)

– Jennifer Lawrence, por Joy: O Nome do Sucesso

– Charlotte Rampling, por 45 Anos

– Saoirse Ronan, por Brooklyn

 

Melhor Ator Coadjuvante:

– Christian Bale, por A Grande Aposta (ND)

– Tom Hardy, por O Regresso

– Mark Ruffalo, por Spotlight: Segredos Revelados

– Mark Rylance, por Ponte dos Espiões

– Sylvester Stallone, por Creed: Nascido para Lutar (F)

 

Melhor Atriz Coadjuvante:

– Jennifer Jason Leigh, por Os Oito Odiados

– Rooney Mara, por Carol

– Rachel McAdams, por Spotlight: Segredos Revelados

– Alicia Vikander, por A Garota Dinamarquesa (F) (ND)

– Kate Winslet, por Steve Jobs

 

Melhor Filme de Animação:

– O Menino e o Mundo

– Divertida Mente (F) (ND)

– Anomalisa

– Shaun: O Carneiro

– Quando Estou com Marnie

 

Melhor Documentário:

– Amy (F)

– O Peso do Silêncio (ND)

– Cartel Land

– What Happened, Miss Simone?

– Winter on Fire: Ukraine’s Fight for Freedom

 

Melhor Filme em Língua Estrangeira:

– Guerra

– O Abraço da Serpente

– Mustang (ND)

– O Filho de Saul (F)

– O Lobo do Deserto

 

Melhor Roteiro Adaptado:

– A Grande Aposta (F)

– Brooklyn

– Carol

– Perdido em Marte

– O Quarto de Jack (ND)

 

Melhor Roteiro Original:

– Ponte dos Espiões

– Ex_Machina: Instinto Artificial

– Divertida Mente

– Spotlight: Segredos Revelados (F) (ND)

– Straight Outta Compton: A História do N.W.A.

 

Melhor Edição:

– A Grande Aposta (ND)

– Mad Max: Estrada da Fúria (F)

– O Regresso

– Spotlight: Segredos Revelados

– Star Wars: O Despertar da Força

 

Melhor Fotografia:

– Mad Max: Estrada da Fúria (ND)

– O Regresso (F)

– Carol

– Os Oito Odiados

– Sicario: Terra de Ninguém

 

Melhor Figurino:

– Cinderela

– Carol

– A Garota Dinamarquesa

– Mad Max: Estrada da Fúria (F) (ND)

– O Regresso

 

Melhor Edição de Som:

– Mad Max: Estrada da Fúria (F) (ND)

– Perdido em Marte

– O Regresso

– Sicario

– Star Wars: O Despertar da Força

 

Melhor Mixagem de Som:

– Ponte dos Espiões

– Mad Max: Estrada da Fúria (F) (ND)

– Perdido em Marte 

– O Regresso

– Star Wars: O Despertar da Força

 

Melhor Maquiagem e Cabelo:

– Mad Max: Estrada da Fúria (F)

– O Regresso (ND)

– The 100 Year-Old Man Who Climbed Out the Window and Disappeared

 

Melhor Design de Produção:

– Ponte dos Espiões

– A Garota Dinamarquesa

– Mad Max: Estrada da Fúria (F) (ND)

– Perdido em Marte

– O Regresso

 

Melhores Efeitos Visuais:

– Ex_Machina: Instinto Artificial

– Mad Max: Estrada da Fúria (ND)

– Perdido em Marte

– O Regresso

– Star Wars: O Despertar da Força (F)

 

Melhor Trilha Sonora:

– Ponte dos Espiões

– Carol

– Os Oito Odiados (F) (ND)

– Sicario

– Star Wars: O Despertar da Força

 

Melhor Canção Original:

– “Earnet It”, do filme Cinquenta Tons de Cinza

– “Manta Ray”, do filme Racing Extinction

– “Simple Song #3”, do filme Juventude

– “Til It Happens to You”, do filme The Hunting Ground (F)

– “Writing’s On the Wall”, do filme 007 Contra Spectre

 

Melhor Curta Documentário:

– Body Team 12 (F)

– Chau, Beyond the Lines

– Claude Lanzmann: Spectres of the Shoah

– A Girl in the River: The Price of Forgiveness

– Last Day on Freedom

 

Melhor Curta de Animação:

– A História de Um Urso

– Prologue

– Os Heróis de Sanjay (F)

– We Can’t Live Without Cosmos

– World of Tomorrow

 

Melhor Curta de Ficção:

– Ave Maria (F)

– Day One

– Everything Will Be Okay

– Shok

– Stutterer

 

 

Cinema