Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.

Projeto que prevê internet em espaços públicos avança em Florianópolis

Atualizado

A superintendência municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação homologou na última quarta-feira (12) o resultado do edital para implantação e operação do programa Floripa Wi-fi Livre, que prevê a disponibilização de 178 pontos de internet em espaços públicos da cidade. A empresa Wifi.fi, de João Pessoa (PA), que já implantou o sistema em Campina Grande (PB) e inicia processo similar em Recife (PE), terá prazo de 12 meses para completar toda a cobertura. O contrato será assinado dentro de 30 dias, quando também serão apresentados os projetos de engenharia. A estimativa é que em quatro a cinco meses os primeiros pontos já estejam com a conexão ativa.

Segundo o superintendente Marcus Rocha, a iniciativa garante inclusão digital, com aumento da conectividade, “especialmente para a população mais carente”. Além disso, argumenta Marcus, o programa deve contribuir para melhorar a posição da Capital catarinense no ranking das cidades inteligentes. Em novo levantamento divulgado na semana passada pelo Connected Smart Cities 2018, que avalia 100 municípios brasileiros, Florianópolis apareceu em quinto lugar. Além disso, o superintendente entende que a expansão da área de conexão dá “oportunidade de oferecer mais serviços públicos digitais”.

Internet será oferecida gratuitamente em 147 pontos de áreas públicas - Daniel Queiroz/ND
Internet será oferecida gratuitamente em 178 pontos de áreas públicas – Daniel Queiroz/ND

Mais conteúdo