Polícia identifica suspeitos de assassinar torcedor avaiano em Balneário Camboriú

Adolescente confirmou que agressores fazem parte de torcida organizada do Marcílio Dias


Um adolescente de 16 anos foi apreendido na tarde desta quinta-feira (25) por suspeita de envolvimento com o assassinato do torcedor avaiano João Augusto Grah, 27 anos, na madrugada de quarta-feira, em Balneário Camboriú. Os agentes da Divisão de Investigações Criminais efetuaram a prisão no localidade do Bambuzal, no bairro São Vicente, em Itajaí.

Reprodução/RICTV
Imagem mostra o momento em que ônibus é atingido

 

De acordo com o delegado Osnei de Oliveira, o suspeito confirmou que estava com o grupo, mas não arremessou a pedra. Ele disse ainda que os envolvidos fazem parte da torcida organizada Fúria Marcilista, a torcida do Marcílio Dias, de Itajaí. Ainda segundo o delegado, os demais envolvidos no caso já foram identificados e estão sendo orientados a se apresentar à polícia antes que sejam expedidos mandados de prisão preventiva contra eles.

As imagens veiculadas pela RICTV mostram, pelo menos, nove pessoas aguardando, no alto de um viaduto, a passagem do veículo e, imediatamente após alguns deles atirarem as pedras, todos entram em dois carros brancos e deixam o local.

O adolescente que prestou depoimento deve ser liberado  ainda nesta quinta-feira.

Leia mais sobre as torcidas organizadas:

:: Morte de torcedor levanta discussão sobre ações criminosas de torcidas

:: Falta de rigor nas punições não ajuda a coibir violência das torcidas

:: Rixa entre torcidas organizadas é antiga em Santa Catarina

  

Veja abaixo conteúdo relacionado à morte do torcedor do Avaí e outros episódios relacionados à torcidas organizadas


Matérias relacionadas