Publicidade
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 22º C

Mais de 200 músicos se reúnem em Florianópolis para edição da Orquestra de Baterias

Confira as fotos e o vídeo do evento realizado no Largo da Catedral, no Centro

Marciano Diogo
Florianópolis
26/09/2016 às 10H42

Foi possível escutar de longe o som das batidas dos tambores e pratos na tarde deste domingo (25) no Centro Histórico da Capital. O ritmo ecoava das centenas de baterias que participaram da 4ª Orquestra de Baterias de Florianópolis, evento que há quatro anos consecutivos reúne aprendizes e músicos profissionais em frente à escadaria da Igreja Metropolitana, na praça 15.

“Não é fácil dar continuidade a um evento cultural independente. Ele acontece por que podemos contar com a mobilização e interesse de bateristas que sabem da importância do ensino na música e fomento à arte”, afirma o baterista Rafael Bastos, um dos organizadores da Orquestra de Baterias de Florianópolis, que trouxe o pequeno filho Heitor, 5, para o espetáculo que neste ano contou com mais de 210 baterias.

No repertório da apresentação, que empolgou os moradores que passavam pela região central da cidade, estavam 10 canções, entre elas clássicos do rock como ‘Enter Sandman’ do Metallica e ‘Kashmir’ do Led Zeppelin, e também o “Rancho de Amor à Ilha” de Zininho, hino de Florianópolis. “Frequentamos o evento há três anos. Além de ser um espaço de confraternização e boa música, também podemos apresentar para o público um espetáculo único. É desafiador tocar com tantas baterias juntas”, observa a baterista Moniky Hoffmann, que foi ao evento acompanhada do namorado também baterista Victor Berreta; “o que a baqueta uniu é difícil de separar”, brinca o músico.

Entre os participantes da 4ª Orquestra de Baterias de Florianópolis também estavam crianças como o pequeno Lucas França Silva, 6, que veio de Itajaí junto do pai músico Luther França para a apresentação. “Pelo segundo anos fizemos uma comitiva e viajamos de Itajaí para Florianópolis especialmente para a orquestra. É muita energia vibrando, muito especial, nunca vi algo igual. Voltaremos no próximo ano”, conclui Luther.

Confira as imagens e o vídeo do NDOnline que transmitiu ao vivo parte do evento:



Publicidade

0 Comentários