Quadrilha é presa com notas falsas de R$ 100 na Grande Florianópolis

Com o grupo, foram apreendidos R$ 2,4 mil em cédulas falsas e R$ 800 em notas verdadeiras.

Colombo de Souza
Colombo de Souza


Florianópolis

Reprodução RIC/TV
2013-12-53-48-apreensao-notas-falsas-em-biguacu.jpg
A quadrilha usava papel vegetal para imprimir as notas falsas

Atualizada às 13h54

A Polícia Militar de Biguaçu prendeu nesta sexta-feira, em Angelina, na Grande Florianópolis, pai e filho, de 61 e 18 anos, respectivamente, que produziam cédulas falsas  de cem reais. A falsificação era repassada  para dois jovens, ambos com 21 anos, de Biguaçu, que limpavam o dinheiro no comércio local. Eles compravam cigarros, refrigerantes e outros produtos com o objetivo exclusivo de ficar com o troco.

Os quatro envolvidos foram encaminhados para a sede da Polícia Federal, no bairro Agronômica, em Florianópolis e autuados em flagrante por falsificação de moedas. Com eles foram apreendidos uma máquina copiadora e uma impressora, utilizadas para produzir as cédulas.

Além dos equipamentos, a PM também recolheu 24 cédulas falsas. As notas tinham a mesma numeração de série. De acordo com a Polícia Federal, a falsificação é de péssima qualidade.

A polícia chegou aos suspeitos por meio de denúncia anônima ao 12º  BPM de Biguaçu sobre um Fiat Uno vermelho ocupado por dois jovens que estavam passando dinheiro falso na cidade.  Após a prisão dos suspeitos num restaurante, com 22 notas falsas, a PM chegou ao agricultor em Angelina.  Na casa do agricultor foi encontrada uma cédula de cem reais, verdadeira,  com a mesma numeração das falsificadas. 

Publicado em 08/03/13-12:51


Matérias relacionadas