Esportes

Torcedor do Avaí é preso ao registrar boletim de ocorrência por perda de documento

Franklin Roger Pereira é acusado de entrar em estádio com bomba que amputou mão de torcedor do Criciúma, em 2008

Matheus Joffre
Matheus Joffre
Repórter de Esporte do jornal Notícias do Dia.


Florianópolis

Um dos torcedores do Avaí acusados de arremessar uma bomba contra o torcedor do Criciúma, Ivo Costa, que teve a mão direita amputada no estádio Herberto Hülse, em 2008, foi preso nesta terça-feira (19), em Florianópolis.

Diário da Manhã/ND
Seu Ivo morreu em 2010, dois anos depois do crime que lhe tirou a mão direita


Franklin Roger Pereira, 29, procurou a Terceira Delegacia da Capital para fazer um registro de Boletim de Ocorrência, por perda de documento, e o sistema acabou acusando o mandado de prisão em aberto já com sentença condenatória. 

Franklin foi condenado a quatro anos e oito meses de prisão em regime semiaberto por lesão corporal grave, mas ficou preso por menos de três meses ainda antes do julgamento.

Segundo os autos, teria sido ele o responsável por entrar com a bomba no estádio, escondida na cueca. 

A sentença foi proferida em 25 de setembro de 2012, pelo juiz Marlon Jesus Soares de Souza, titular na época da Primeira Vara Criminal de Criciúma.

Outro réu, Juliano Marinho de França, 29, acusado de arremessar o artefato, recebeu a mesma condenação, e cumpre pena desde 2014. Já o réu Guilherme Augusto Fretta, 40, foi absolvido. 

Ivo Costa, ou Seu Ivo, como era conhecido, morreu dois anos depois do crime, em 2010.


» Tags: Avaí, Criciúma, Esportes, Futebol,
Publicado em 20/01/16-18:03.